EXCELÊNCIA EM QUALIDADE

EXCELÊNCIA EM QUALIDADE

quarta-feira, 24 de agosto de 2016

HUMOR : NOVO CD DAS COLEGUINHAS " FOGOS SÓ PRA MIM"

Resultado de imagem para coleguinhas ulianópolis


Realmente promete essa dupla sertaneja. Como o povo não perdoa, o blog recebeu hoje vários comentários sobre a inauguração do comitê das COLEGUINHAS em Ulianópolis, na noite de ontem. Um leitor bem humorado fez questão de registrar a primeira pérola da coligação das loiras. Um candidato a vereador, marido da candidata a prefeita, saiu com esta pérola : " Os professores de Ulianópolis não tem competência pra ser secretários. No nosso governo, todos os secretários serão advogados". E isso foi só o começo. O ponto mais alto do "evento" foi o momento da fala de Suely Resende, saudada com uma tonelada de fogos. Resultado : Não deu outra. Na hora da fala de Kelly Destro, a primeira voz da dupla, não teve nenhum estouro. Nem mesmo um estalinho. O episódio gerou constrangimento geral. Já tem até quem aposte que o ocorrido vai dar nome ao próximo sucesso das COLEGUINHAS : " FOGOS SÓ PRA MIM".

HUMOR : IRMÃ GÊMEA DA PREFEITA DE ULIANÓPOLIS É CANDIDATA A VEREADORA EM ANANINDEUA

Pode até parecer brincadeira mais é a pura verdade. A cantora Danny Pinheiro ( que já tocou em vários cabarés de Marta Resende em Ulianópolis), é candidata a vereadora no município de Ananindeua. Detalhe : ela é a cara da prefeita Neusa de Jesus Pinheiro ( na nova versão Fashion). Veja as fotos e comparem

Resultado de imagem para Neusa Pinheiro

GRUPO DE EXTERMINIO: POLICIA CUMPRE 40 MANDADOS DE PRISÃO. PRESIDIÁRIOS ORDENAVAM EXECUÇÕES DE DENTRO DO PRESÍDIO

As polícias Civil e Militar cumpriram na manhã desta quarta-feira (24), mais de 40 mandados de prisão preventiva e de busca e apreensão na região metropolitana de Belém. Segundo a Polícia Civil, alguns dos alvos são presidiários que ordenavam execuções de dentro do presídio.

No início da manhã, várias pessoas foram presas e estão sendo apresentadas na Delegacia Geral, em Belém. O objetivo é desarticular quadrilhas envolvidas em extermínio motivado pelo tráfico de drogas.

As prisões foram efetuadas no bairro de Águas Lindas e Águas Brancas, em Ananindeua, no bairro do Tenoné, em Belém e em presídios da região metropolitana.

A operação foi planejada após investigações em parceria com a delegacia de Ananindeua apontarem homicídios relacionados à questão do tráfico. Os envolvidos nos crimes foram identificados e tiveram os mandados decretados com o suporte do Ministério Público do Estado do Pará (MPPA).

ITAITUBA : MPF RECOMENDA ATENDIMENTO A SAUDE DOS INDÍGENAS APIAKÁS

O Ministério Público Federal no Pará (MPF/PA) encaminhou recomendação ao Distrito Sanitário Especial Indígena (Dsei) Tapajós para que a unidade do Ministério da Saúde preste atendimento à saúde dos indígenas da etnia Apiaká, de Itaituba, no sudoeste paraense.

Informações relatadas por lideranças da comunidade Pimental, que se autorreconhecem como índios da etnia Apiaká, denunciam o não atendimento de saúde pelo Dsei.

Para o MPF, a responsabilidade da promoção de saúde e saneamento básico, em caso da presença de populações indígenas, em áreas regularizadas ou não, é da Fundação Nacional de Saúde.

A recomendação esclarece que a promoção da saúde da comunidade indígena, através de iniciativas governamentais, deve se dar conforme estabelece a Constituição Federal de 1988.

“Considero que os direitos indígenas, incluídos nestes o atendimento à saúde pelo subsistema à saúde indígena, não pode ser recusado àqueles que, embora possuem consciência de sua identidade indígena e assim se afirmam, vivem em terras cujos procedimentos demarcatórios ainda não tenham sido concluídos ou sequer iniciados pelo órgão competente”, frisa o MPF no texto da recomendação.

A recomendação foi encaminhada ao Dsei nesta quarta-feira, 24 de agosto. Assim que receber oficialmente o documento, o Dsei terá dez dias para apresentar resposta ao MPF. Se a resposta não for apresentada ou for considerada insatisfatória, o MPF pode tomar providências que considerar necessárias, incluindo a judicialização do caso.

DOM ELISEU JUSTIÇA ELEITORAL DEFERIU REGISTRO CANDIDATURA DE GASTON E SEU VICE

 
 

ELEIÇÕES 2016 : TRE DECIDE QUE VAI TER PROPAGANDA ELEITORAL NA TV E NO RÁDIO EM ITAITUBA. DECISÃO FRUSTRA AS EXPECTATIVAS DO PMDB

O presidente do TRE do Pará, desembargador Raimundo Holanda Reis, enviou oficio hoje ao juiz eleitoral de Itaituba comunicando que cabe ao juízo local as regras para a propaganda no rádio e na televisão. A decisão foi um tapa de luva nas pretensões do PMDB, (leia-se Valmir Climaco), que queria evitar , a qualquer custo, a propaganda eleitoral na televisão local.  LEIA ABAIXO O PEDIDO DO PMDB E O OFICIO ENVIADO AO JUIZ ELEITORAL EM ITAITUBA
 

ELEIÇÕES 2016 : VEJA A DECLARAÇÃO DE BENS DOS CANDIDATOS A PREFEITO E VICE. IVAN DALMEIDA É O MAIS RICO E DECLAROU MAIS DE 2 MILHÕES DE REAIS



ULIANÓPOLIS : FLAGRANTE DE CRIME ELEITORAL. CARRO DE SERVIDOR COM PROPAGANDA PARTIDÁRIA DENTRO DA GARAGEM DA SECRETARIA DE AGRICULTURA

O Blog registrou na manhã de hoje, e já encaminhou ao promotor local as fotos de um carro de um servidor municipal de Ulianópolis estacionado dentro da garagem da secretaria de agricultura. A Lei Eleitoral VEDA propaganda eleitoral DENTRO DE PRÉDIO PÚBLICO. VEJA ABAIXO AS FOTOS :


DESESPERO : COLEGUINHAS TENTAM IMPUGNAR REGISTRO DE JOSÉ CARLOS ZAVARIZE EM ULIANÓPOLIS



Em último lugar nas pesquisas de intenções de voto, a coligação das COLEGUINHAS, (leia-se Kelly Destro e Suely Resende) tentam, a todo custo barrar a candidatura de José Carlos Zavarize a prefeito de Ulianópolis. A pessoas próximas, Suely, a viúva alegre, tem dito que tem consciência de que seu nome tem grande rejeição popular, mas que só topou a empreitada porque acredita  que Zé Carlos, que lidera todas as pesquisas , não será candidato. Ou seja, caros leitores, trocando em miúdos, Suely Resende aposta todas as fichas no TAPETÃO. Falta só combinar com o  "MEU POVO".

O engraçado é que Suely Resende tem a cara de pau de lançar um lema de campanha com os dizeres " PODEMOS FAZER DIFERENTE". Fala sério. O que pode ter de diferente em qualquer coisa que leve o sobrenome REZENDE??? O povo de Ulianópolis tá careca de saber que a viúva alegre não dá ponto sem nó e que quer fazer de tudo para não meter a mão no bolso e continuar vivendo as custas do erário público. Já existe um desafio em Ulianópolis para premiar qualquer pessoa que consiga uma FOTO de Kelly e Suely juntas em qualquer lugar, a pelo menos seis meses atrás.

Ou seja, trata-se de uma ALIANÇA DE OCASIÃO, formada com um único intuito : ENGANAR O POVO. Afinal, em se tratando de Suely Resende todo o cuidado é pouco!!! Uma mulher que ENGANOU DAVI RESENDE não pode ser ignorada (os leitores sabem do que estou falando. Basta fazer um comparativo com a história pregressa e nada recomendável da outra COLEGUINHA Kelly Destro)

ELEIÇÕES 2016 : TRE INICIA EMBARQUE DE URNAS PARA O INTERIOR DO ESTADO

Embarque de urnas para o interior

Desde ontem (22), o Tribunal Regional Eleitoral do Pará (TRE-Pa) iniciou o envio de urnas para as Zonas Eleitorais do interior do estado. Ao todo, 16 mil urnas serão transportadas para uso nas eleições municipais, começando pelas localidades mais afastadas.

Em média 2 mil urnas serão embarcadas por dia. Quando chegarem ao seu destino as urnas serão armazenadas em local apropriado dentro dos cartórios eleitorais passando, assim, a ser responsabilidade dos chefes de cartório que posteriormente farão os procedimentos de eleição, como limpeza, teste de funcionamento e aprovação do equipamento.
 
Caso haja algum mal funcionamento nos equipamentos enviados, estes serão substituídos antes do pleito. Hoje, o TRE-PA conta com quatro mil urnas de contingência (reserva) para serem usadas nestas situações.
 
O TRE tem prazo até o dia 02 de setembro para encaminhar as urnas e a empresa transportadora até dia 09 de setembro para a efetivar entrega no destino final. Todos os equipamentos são embarcados no depósito de urnas que fica em Ananindeua, região metropolitana de Belém.
 
O Pará tem hoje 106 zonas eleitorais, sendo que 11 funcionam em Belém (1ª,28ª,29ª,30ª,73ª,76ª, 77ª,95 ª, 96 ª, 97 ª e 98ª) e mais de 16 mil sessões eleitorais.
 
A previsão da chegada das urnas no sudeste do Pará (Marabá, Conceição do Araguaia, Tucuruí, Paragominas, Santana do Araguaia, Rondon do Pará, São Felix do Xingu, Itupiranga, São João do Araguaia, Curionópolis, Redenção, Rio Maria, Xinguara, São Geraldo do Araguaia, Jacundá, Tucumã, Parauapebas, Dom Eliseu, Breu Branco) é no dia 05 de setembro.

ELEIÇÕES 2016 : ELEITOR DO PARÁ PODER[Á USAR APLICATIVO DO CELULAR PARA REGISTRAR E DENUNCIAR CRIMES ELEITORAIS

Este ano o eleitor do Pará terá mais um aliado para fazer as denúncias de crimes eleitorais: é o Pardal, um aplicativo de celular que foi desenvolvido pelo Tribunal Regional Eleitoral do Espírito Santo (TRE), mas que deu tão certo que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu expandir para todos os estados. Segundo o TRE do Pará, o aplicativo de celular será liberado para ser baixado ainda esta semana.

Além do aplicativo, os eleitores também poderão denunciar os crimes pelo disque-denúncia eleitoral. Os voluntários já começaram o treinamento. Eduardo Brasil trabalha desde 2008 como voluntário do disque-denúncia e reparou que a cada eleição as pessoas estão mais conscientes e denunciam as irregularidades.

“As pessoas aprenderam a denunciar a campanha suja. Se tem alguma coisa ilegal, eles ligam para o disque-denúncia. Isso vem funcionando muito bem”, conta Eduardo.

Treinamento
Mais de 20 voluntários da Confederação Nacional dos Bispos do  Brasil (CNBB) começaram o treinamento para  trabalhar no disque-denúncia. De acordo com as instituições, nas eleições de 2014 foram registradas 549 denúncias de crimes eleitorais. Somando os dois turnos, a propaganda ilegal foi a que teve maior ocorrência, seguida da compra de votos. A boca de urna ficou em terceiro lugar.

“É um aplicativo que funciona em IOS e Android. O uso dele é bem simples, através de uma foto ou de um vídeo você faz uma denúncia de alguma irregularidade que você presenciou em relação à campanha eleitoral”,  explica o coordenador de logística das eleições, Dilson Athias.
“Vai facilitar bastante porque quanto mais informações nós tivermos é melhor”, diz a voluntária Carolyne Franco.

terça-feira, 23 de agosto de 2016

DECLARAÇÃO DE SUELY RESENDE É DE QUASE 8 MILHÕES DE REAIS. MAQUIAGEM DEIXOU FALHAS GRITANTES , COM TERRENO NO VALOR DE R$ 5 REAIS  E FAZENDAS CUSTANDO MENOS DE 3 MIL



Quem foi rei nunca perde a majestade. Ao que tudo indica a ganância de Suely Resende, por poder e dinheiro, realmente não conhece limites. A julgar pela sua declaração de bens a justiça eleitoral, a viúva mais rica de Ulianópolis não pretende enganar somente a população ( que ela chama na cara dura de "meu povo"). Ela também quer dar um baile na justiça, maquiando deslavadamente a sua declaração de bens.

Segundo a declaração, Suely, que na eleição de 2012 declarou não possuir bens ( nem mesmo uma rede), agora é sócia proprietária de 59 IMÓVEIS, entre fazendas e terrenos. ( fazendas são mais de 40). Dois fatos chamam a atenção neste quesito: de acordo com a declaração de Suely Resende, todos esses imóveis juntos somam aproximadamente 3 milhões de reais. É pra rolar de rir. Ou seja, trocando um pelo outro os imóveis custariam menos de 30 mil cada. Outro detalhe : apesar de possuir sociedade em mais de 40 fazendas, a intrépida viúva, ( que ganhou na mega sena com a morte do marido), não declarou possuir sequer UMA CABEÇA DE GADO. Graciosamente, as fazendas de Suely não são utilizadas para a criação de gado. É de lascar !!!

Com todo esse flagrante de rasteira na Receita ( só não investiga se não quiser), publico abaixo a declaração de bens da atual aspirante a vice prefeita para que o eleitor tire as suas próprias conclusões e, principalmente se pergunte, porque uma mulher milionária quer ser vice prefeita ???

A resposta é simples e todo mundo sabe !!!! Ganância !!! Ganância e Ganância !!!

50% DE UM TERRENO C/7HA.00A35CA EM ULIANOPOLIS TRASNFERIDA DA DECLARAÇÃO DO CONJUGUE DAVI RESENDE (Terreno) R$500,00

50% DE UM TERRENO C/6HA.41A.63CA EM ULIANOPOLIS TRASNFERIDA DA DECLARAÇÃO DO CONJUGUE DAVI RESENDE (Terreno) R$500,00

50% DE UM TERRENO C/2HA.21A.16CA EM ULIANOPOLIS TRASNFERIDA DA DECLARAÇÃO DO CONJUGUE DAVI RESENDE (Terreno) R$500,00

FAZENDA ESPLANADA 20% DE 2.742HAA38174CA - TRANSFERIDO DA DECLARAÇÃO DO CONJUGUE DAVI RESENDE (Terra nua) R$13.283,64

FAZENDA ESPLANADA 20% DE 3.450HA22A.96CA - TRANSFERIDO DA DECLARAÇÃO DO CONJUGUE DAVI RESENDE (Terra nua) R$16.716,31

FAZENDA BOA SORTE 962HA, TRANSFERIDO DA DECLARAÇÃO DO CONJUGUE DAVI RESENDE (Terra nua) R$21.334,00

FAZENDA XAVIER 193HA.60A.00CA - TRANSFERIDO DA DECLARAÇÃO DO CONJUGUE DAVI RESENDE (Terra nua) R$2.775,88

50% DO LOTE 70/71/73/77 DA GLEBA BELO MONTE EM PORTEL/PA TRANSF. DO CONJUNGE DAVI RESENDE (Terreno) R$1.750,00

20% DE 2.178HA DA FAZENDA NOVA AMERICA EM PARAGOMINAS- TRANSF. DO CONJUNGE DAVI RESENDE (Terreno) R$575,00

20% DE 1.425HA DA FAZENDA RAYLANE EM PARAGOMINAS- TRANSF. DO CONJUNGE DAVI RESENDE (Terra nua) R$6.600,00

50% DE 1.089HA DA FAZENDA BOLIVIA EM SÃO DOMINGOS DO CAPIM- TRANSF. DO CONJUNGE DAVI RESENDE (Terra nua) R$2.500,00

50% DE 4.356HA DA FAZENDA SURUBIM EM PARAGOMINAS- TRANSF. DO CONJUNGE DAVI RESENDE (Terra nua) R$18.959,33

50% DE 96HA.80CA DA FAZENDA BOA SORTE EM PARAGOMINAS- TRANSF. DO CONJUNGE DAVI RESENDE (Terra nua) R$693,97

50% DE 529HA DA FAZENDA GURUPI EM ULIANOPOLIS- TRANSF. DO CONJUNGE DAVI RESENDE (Terra nua) R$150,00

50% DE 2.178HA DA FAZENDA MONTE ALTO EM PARAGOMINAS- TRANSF. DO CONJUNGE DAVI RESENDE (Terra nua) R$2.750,00

50% DE 4.356HA DA FAZENDA CHAPADA GRANDE EM PARAGOMINAS- TRANSF. DO CONJUNGE DAVI RESENDE (Terra nua) R$25.000,00

25% DE 4.315HA DA FAZENDA AGUA AZUL EM PARAGOMINAS- TRANSF. DO CONJUNGE DAVI RESENDE (Terra nua) R$62.500,00

25% DE 3.598.350HA DO LOTE 1 EM VOTORIA DO XINGU EM PARAGOMINAS- TRANSF. DO CONJUNGE DAVI RESENDE (Terra nua) R$25.000,00

2% DE 2.285.609HA DO LOTE 2 EM VITORIA DO XINGU- TRANSF. DO CONJUNGE DAVI RESENDE (Terreno) R$25.000,00

25% DE 1.613.782HA DO LOTE R02 EM VOTORIA DO XINGU- TRANSF. DO CONJUNGE DAVI RESENDE (Terreno) R$12.500,00

25% DE 3.674.5144HA DO LOTE 03 EM VITORIA DO XINGU- TRANSF. DO CONJUNGE DAVI RESENDE (Terreno) R$25.000,00

50% DE 2.100.5585HA DA FAZENDA ALEGRE EM PARAGOMINAS- TRANSF. DO CONJUNGE DAVI RESENDE (Terra nua) R$50.000,00

50% DE 1.089HA DA FAZENDA SUELY EM ULIANOPOLIS- TRANSF. DO CONJUNGE DAVI RESENDE (Terra nua) R$40.000,00

50% DE 5.356HA DA FAZENDA RIACHO DOS BOIS EM SENADOR JOSE PORFIRIO- TRANSF. DO CONJUNGE DAVI RESENDE (Terra nua) R$50.000,00

50% DE 4.356HA DA FAZENDA RIACHO DOS BOIS 3 - EM SENADOR JOSE PORFIRIO- TRANSF. DO CONJUNGE DAVI RESENDE (Terra nua) R$50.000,00

50% DE 4.356HA DA FAZENDA RIO ITATA EM SENADOR JOSE PORFIRIO TRANSF. DO CONJUNGE DAVI RESENDE (Terra nua) R$50.000,00

50% DE 4.356HA DA FAZENDA RIO TATA 2 EM SENADOR JOSE PORFIRIO- TRANSF. DO CONJUNGE DAVI RESENDE (Terra nua) R$50.000,00

50% DE 4.356HA DA FAZENDA CERCADO DO RIACHO DA CORRENTE - EM SENADOR JOSE PORFIRIO- TRANSF. DO CONJUNGE DAVI RESENDE (Terreno) R$50.000,00

50% DE 4.356HA DA FAZENDA CERCA DO DO RIACHO DA CORRENTE 1- EM SENADOR JOSE PORFIRIO- TRANSF. DO CONJUNGE DAVI RESENDE (Terra nua) R$50.000,00

50% DE 4.356HA DA FAZENDA CERCADO DO RIACHO DA CORRENTE - EM SENADOR JOSE PORFIRIO- TRANSF. DO CONJUNGE DAVI RESENDE (Terra nua) R$50.000,00

50% DE 4.356HA DA FAZENDA JOÃO PERES - EM SENADOR JOSE PORFIRIO- TRANSF. DO CONJUNGE DAVI RESENDE (Terra nua) R$50.000,00

50% DE 8.712HA DA FAZENDA JOÃO PERES 1 - EM SENADOR JOSE PORFIRIO- TRANSF. DO CONJUNGE DAVI RESENDE (Terra nua) R$50.000,00

50% DE 4.375HA DA FAZENDA MORERE CUBA 1 - EM SENADOR JOSE PORFIRIO- TRANSF. DO CONJUNGE DAVI RESENDE (Terra nua) R$50.000,00

50% DE 4.375HA DA FAZENDA MORERETUBA - EM SENADOR JOSE PORFIRIO- TRANSF. DO CONJUNGE DAVI RESENDE (Terra nua) R$50.000,00

50% DE 4.356HA DA FAZENDA JANEPAUBA - EM PORTO MOEZ- TRANSF. DO CONJUNGE DAVI RESENDE (Terra nua) R$50.000,00

50% DE 2.178HA DA FAZENDA JANEPAUBA 2 - EM PORTO DE MOEZ- TRANSF. DO CONJUNGE DAVI RESENDE (Terra nua) R$25.000,00

50% DE 5302,9HA DE UM TEREENO RURAL EM SENADOR JOSE PORFIRIO - TRANSFERIDO DA DECLARAÇÃO DO CONJUGE DAVI RESENDE (Terreno) R$10.000,00

50% DE 743HA.59A85CA DE UM TEREENO RURAL EM SENADOR JOSE PORFIRIO - TRANSFERIDO DA DECLARAÇÃO DO CONJUGE DAVI RESENDE (Terreno) R$90.000,00

50% DE 228,5651HA. UM TEREENO RURAL EM SENADOR JOSE PORFIRIO - TRANSFERIDO DA DECLARAÇÃO DO CONJUGE DAVI RESENDE (Terreno) R$5,00

50% DE 54,1640HA DE UM TEREENO RURAL EM SENADOR JOSE PORFIRIO - TRANSFERIDO DA DECLARAÇÃO DO CONJUGE DAVI RESENDE (Terreno) R$5,00

50% DE 13HA.59A85CA DE UM TEREENO RURAL EM SENADOR JOSE PORFIRIO - TRANSFERIDO DA DECLARAÇÃO DO CONJUGE DAVI RESENDE (Terreno) R$6.000,00

50% DE 77,HA DE UM TEREENO RURAL EM SENADOR JOSE PORFIRIO - TRANSFERIDO DA DECLARAÇÃO DO CONJUGE DAVI RESENDE (Terreno) R$6.000,00

50% DE 7,435HA. DE UM TEREENO RURAL EM SENADOR JOSE PORFIRIO - TRANSFERIDO DA DECLARAÇÃO DO CONJUGE DAVI RESENDE (Terreno) R$6.250,00

50% DE 69,8HA. DE UM TEREENO RURAL EM SENADOR JOSE PORFIRIO - TRANSFERIDO DA DECLARAÇÃO DO CONJUGE DAVI RESENDE (Terreno) R$6.000,00

50% DE 335.3829HA. DE UM TEREENO RURAL EM SENADOR JOSE PORFIRIO - TRANSFERIDO DA DECLARAÇÃO DO CONJUGE DAVI RESENDE (Terreno) R$55.000,00

50% DE 10,50HA. DE UM TEREENO RURAL EM SENADOR JOSE PORFIRIO - TRANSFERIDO DA DECLARAÇÃO DO CONJUGE DAVI RESENDE (Terreno) R$6.000,00

50% DE 10,50 DE UM TEREENO RURAL EM SENADOR JOSE PORFIRIO - TRANSFERIDO DA DECLARAÇÃO DO CONJUGE DAVI RESENDE (Terreno) R$6.000,00

50% DE 25.0757HA. DE UM TEREENO RURAL EM SENADOR JOSE PORFIRIO - TRANSFERIDO DA DECLARAÇÃO DO CONJUGE DAVI RESENDE (Terreno) R$6.000,00

DE UM TEREENO RURAL C/ 132HA EM SENADOR JOSE PORFIRIO - TRANSFERIDO DA DECLARAÇÃO DO CONJUGE DAVI RESENDE (Terreno) R$120.000,00

50% DE 93.1683HA.DE UMA AREA RURAL RURAL EM SENADOR JOSE PORFIRIO - TRANSFERIDO DA DECLARAÇÃO DO CONJUGE DAVI RESENDE (Terra nua) R$45.000,00

50% DE 37.420HA DE UMA AREA RURAL EM SENADOR JOSE PORFIRIO - TRANSFERIDO DA DECLARAÇÃO DO CONJUGE DAVI RESENDE (Terreno) R$5.000,00

50% DE 30.2953HA UMA AREA RURAL EM SENADOR JOSE PORFIRIO - TRANSFERIDO DA DECLARAÇÃO DO CONJUGE DAVI RESENDE (Terreno) R$11.750,00

50% DE 1.087HA.37A.17CA DE UMA FAZENDA LOCALIZADA EM PARAGOMINAS - TRANSFERIDO DA DECLARAÇÃO DO CONJUGE DAVI RESENDE (Terra nua) R$75.000,00

50% DE 129,37HA.59A85CA DE UM TEREENO RURAL EM SENADOR JOSE PORFIRIO - TRANSFERIDO DA DECLARAÇÃO DO CONJUGE DAVI RESENDE (Terreno) R$20.000,00

50% DE 79.664HA DE UM TEREENO RURAL EM SENADOR JOSE PORFIRIO - TRANSFERIDO DA DECLARAÇÃO DO CONJUGE DAVI RESENDE (Terreno) R$12.500,00

50% DE 157.8404HA. DE UM TEREENO RURAL EM SENADOR JOSE PORFIRIO - TRANSFERIDO DA DECLARAÇÃO DO CONJUGE DAVI RESENDE (Terreno) R$12.500,00

50% DE 168HA DE UM TEREENO RURAL EM IGARAPE TURUMÁ - SENADOR JOSE PORFIRIO - TRANSFERIDO DA DECLARAÇÃO DO CONJUGE DAVI RESENDE (Terreno) R$25.000,00

50% DE 51,8HA. DE UM TEREENO RURAL EM SITIO PONTA GROSSA -SENADOR JOSE PORFIRIO - TRANSFERIDO DA DECLARAÇÃO DO CONJUGE DAVI RESENDE (Terreno) R$10.000,00

50% DE 2.178HA.FAZENDA SERTANEJA EM PARAGOMINAS - TRANSFERIDO DA DECLARAÇÃO DO CONJUGE DAVI RESENDE (Terra nua) R$1.933,77

50% DE UMA ARERONAVE CESSNA AIRCRAFT PREFISO PR DVR ANO 1969 - TRANSFERIDO DA DECLARAÇÃO DE DAVI RESENDE (Aeronave) R$50.000,00

QUOTAS DE CAPITAL DA EMPRESA MADEIREIRA SÃO BENTO LTDA (Quotas ou quinhões de capital) R$30.400,00

BRADESCO FUNDO DE INVESTIMENTO COTAS DE FI REF. DI HIPERFUNDO TRANSFERIDO DA DECLARAÇÃO DO CONJUGUE (Fundo de investimento financeiro - FIF) R$12.440,77

SALDO DA CONTA CORRENTE BRADESCO S/A - TRANSFERIDO DA DECLARAÇÃO DO CONJUGUE. (Ouro, ativo financeiro) R$4.847,43

VGBL - BANCO DO BRASIL AGENCIA 4097-5 C/C 15.850-X (VGBL - Vida Gerador de Benefício Livre) R$63.100,72

POUPANÇA OURO BANCO DO BRASIL AG. 4097-5 C/C 15.850-X (Ouro, ativo financeiro) R$3.960.356,96

OUROCAP TORCIDA PU36 BANCO DO BRASIL AG. 4097-5 C/C/15.850-X (Ouro, ativo financeiro) R$9.994,40

AÇOES DIVERSAS BBAAS3 - TRANSFERIDO DA DECLARAÇÃO DO CONJUGUE (Ouro, ativo financeiro) R$3.696,48

UM VEICULO TOYOTA TIPO BMW S6 COR BRANCA ANO 2015/2016 (Veículo automotor terrestre: caminhão, automóvel, moto, etc.) R$365.600,00

UMA MOTO AGUATICA MARCA SEWADO COR PRETA E AMARELO (Veículo automotor terrestre: caminhão, automóvel, moto, etc.) R$51.000,00

OURO CAP TORCIDA PU36 BANCO DO BRASIL - AG. 4097-5 C/C 15.815-X (Outros fundos) R$42.700,08

BBCDB DI BANCO DO BRASIL - AG. 4097-5 C/C 15.850-X (Ouro, ativo financeiro) R$500.000,00

POUPANÇA OURO BANCO DO BRASIL - AG. 0820-6 C/P 15.850-X (Ouro, ativo financeiro) R$1.032.924,34

OUROCAP TORCIDA PU36 - BB - AGENCIA 0820-6 - C/ 15.850-X (Ouro, ativo financeiro) R$16.712,80

POUPANÇA BRADESCO - AG. 679 CP 866-5 (Ouro, ativo financeiro) R$42.848,41

EMPRESTIMO CONCEDIDO A SUELY RESENDE XAVIER ABREU (Ouro, ativo financeiro) R$120.000,00

50% DE UM TERRENO C/7HA.09A.00CA EM ULIANOPOLIS TRASNFERIDA DA DECLARAÇÃO DO CONJUGUE DAVI RESENDE (Terreno) R$500,00

UMA CARREGADEIRA REBOQUE CARRO CAP CARGA (Veículo automotor terrestre: caminhão, automóvel, moto, etc.) R$2.500,00

UMA CAMIONETE HILUX - COR PRATA ANO 2015 (Veículo automotor terrestre: caminhão, automóvel, moto, etc.) R$90.000,00

TOTAL R$7.915.154,29

IPIXUNA DO PARÁ : HOMEM É PRESO COM SEIS BARRAS DE OURO NA BARREIRA DA PRF

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu nesta terça-feira (23) em Ipixuna do Pará, no nordeste paraense, seis quilos de barras de ouro transportados ilegalmente por um homem em um trecho da rodovia BR-010. Segundo a PRF, a carga tem um valor estimado de R$ 816 mil. Além do ouro, o suspeito transportava R$ 2.410 em dinheiro, que também foi apreendido.

A polícia abordou o veículo na altura do quilômetro 229 e ao revistar um dos passageiros, encontrou as barras de ouro em uma cinta presa em volta da cintura. Ao ser questionado, ele disse que não tinha autorização do Governo Federal para exploração, transporte e comercialização do minério, e que adquiriu o ouro de pequenos produtores do estado do Maranhão com o objetivo de vendê-lo no município maranhense de Imperatriz. De acordo com a polícia, o suspeito é proprietário de uma joalheria em Belém.
 O caso foi encaminhado para a sede da Polícia Federal na capital paraense, onde será instaurado inquérito policial para apurar a prática de crime de usurpação de bem ou matéria-prima da União. 
 
 
 
.

JUIZ DA CAPITAL NEGA PEDIDO DE TUTELA ANTECIPADA REQUERIDA POR VALMIR CLIMACO PARA RETIRAR POSTAGENS PUBLICADAS NO BLOG DO EVANDRO CORRÊA



O juiz César Augusto Puty Paiva Rodrigues, da 11ª Vara Cível da Comarca da Capital negou pedido de liminar com antecipação de tutela de urgência para retirada de postagens publicadas no Blog do Evandro Corrêa.

Na decisão, o magistrado afirma que o material publicado trata-se, em verdade, de documentos de domínio público, não tendo a parte autora logrado demonstrar que a conduta do réu, pelo menos a princípio, possuísse o condão de modificar o bojo de tais informações.  O juiz ressalta ainda que " em consulta ao site do TRE e em pesquisa na internet, este juízo verificou que o autor responde a 44 (quarenta e quatro) processos eleitorais e que várias outras notícias, do teor das enfocadas, são veiculadas continuamente em outros blogs" . Leia abaixo a decisão na íntegra :

 

DESPACHOS E DECISÕES

Data: 09/08/2016 Tipo: DECISÃO INTERLOCUTÓRIA

Indenização por Dano Moral

Autor: Valmir Climaco de Aguiar

Réu : Evandro Nestor Farias Correa

DECISÃO INTERLOCUTÓRIA

Valmir Climaco de Aguiar, por advogado constituído de modo escorreito, ajuizou ação de indenização por dano moral, com

suporte no art. 5º, V, da Constituição Federal e do art. 186 c/c art. 297, do Código Civil. Deduz pedidos em face de Evandro Nestor Farias Correa, individuado às fls. 03. Arguiu, em resumo, a lesão de sua honra e reputação, por meio de postagens inverídicas no blog do réu, que veicula pela internet. Requer apreciação liminar de pedido de antecipação de tutela de urgência.

Colacionou documentos e recolheu custas (fls. 22/48).

É o relato.

Passo a decidir.

As liberdades de expressão e de comunicação são garantias individuais asseguradas nos incisos IV e IX, do art. 5º, da Constituição Federal, sendo defesa a censura prévia, portanto. Por outro lado, tais liberdades encontram limite na inviolabilidade da honra e da imagem das pessoas, consoante também assegura o inciso XI, do mesmo dispositivo constitucional.

O caso em voga comporta o exame da legalidade do teor das postagens veiculadas pelo réu na internet, através de blog de sua titularidade, já que afirma o autor serem afrontosas a sua honra e a sua imagem, por serem inverídicas e prejudiciais ao seu pleito, sendo pontual saber se tais notícias extrapolam ou não os limites da Carta Magna.

O autor exerce atividade política e aduz que as notícias reportadas vem ferindo sua imagem diante de seus eleitores e pretende que tal seja sustado, sob pena de prejuízo no pleito eleitoral a que pretende concorrer.

O pedido de antecipação de tutela sob exame importa na retirada das postagens, segundo o autor, a ele lesivas; bem como na proibição a que se façam outras de mesmo cunho, até decisão definitiva no presente feito.

Segundo disciplina o art. 300, do CPC, são requisitos do deferimento da tutela de urgência a presença de elementos demonstrativos da probabilidade do direito e do perigo de dano ou o risco ao resultado útil do processo.

Quanto ao primeiro vetor, denoto que há três eventos descritos na exordial como constitutivos do direito perseguido, quais sejam as postagens dos respectivos dias 28/04/16, 12/05/16 e 18/05/16.

Na primeira delas, à luz das provas carreadas pelo autor, verifico que o réu anunciou que o TCE iria divulgar lista de políticos com contas reprovadas, que estariam por isso inelegíveis, entre eles, o autor.

A segunda notícia se refere ao Acórdão-TRE n. 54.181, que declara reprovadas as contas do autor, enquanto prefeito de Itaituba e colaciona certidão exarada dos autos, afirmando que tal teria confirmado a inelegibilidade anteriormente anunciada.

No terceiro evento, há referência à lista de inelegíveis supra citada, dando conta de que o nome do autor constava dela. Informa ainda que o nome teria sido retirado do site do TRE e que foi recolocado ao argumento de erro no lançamento. Ambas as listas são anexas à postagem.

Em que pesem as alegações do autor, não vislumbro a probabilidade do direito que aduz ameaçado. Isto porque as listas, referidas na primeira e na terceira postagens, uma contendo o nome do autor e outra sem ele, foram anexadas à notícia e a decisão reportada no dia 12/05/16, é verídica e se encontra disponível no site do TCE. Trata-se, em verdade, de documentos de domínio público, não tendo a parte autora logrado demonstrar que a conduta do réu, pelo menos a princípio, possuísse o condão de modificar o bojo de tais informações, a ponto de atrair para si o prejuízo deduzido na peça vestibular.

Ademais disso, em consulta ao site do TRE e em pesquisa na internet, este juízo verificou que o autor responde a 44 (quarenta e quatro) processos eleitorais e que várias outras notícias, do teor das enfocadas, são veiculadas continuamente em outros blogs (documentos que ora anexo à decisão).

Registre-se ainda, à guisa dos documentos carreados pelo autor, às fls. 43/48, que tais não servem ao propósito de comprovarem o direito defendido. Isto porque as certidões de antecedentes criminais são estranhas à presente discussão, eis que o réu não o acusou de crime, mas sim de condenação em processos eleitorais.

No mesmo sentido, certidão negativa do Tribunal de Contas da União, já que a discussão sequer reverbera sobre esta Unidade da Federação. Idem, no que toca à certidão do TSE, já que dá conta da condição de eleitor do autor, quando a vertente discussão assenta à sua elegibilidade.

Assim, não verifico presentes os elementos constitutivos da fumaça de direito do autor, o que, de pronto já é suficiente à rejeição do pedido liminar sob exame.

No entanto, me reporto ainda ao segundo requisito, somente à guisa de exaurir a presente apreciação. Nesta senda, pelo já

frisado, resta claro concluir que também não há se falar em perigo do dano, na medida em que outros canais também divulgam os fatos ora aduzidos, assim como, a considerar os demais processos em trâmite, é certo que outras notícias, tangentes a outras demandas, também podem facilmente vir à tona, não havendo se falar em perigo da demora processual, diante do contexto demonstrado.

Logo, também esse requisito não se assenta à espécie, pelo que resta afastada a necessidade da antecipação dos efeitos da tutela processual.

Diante do exposto, e considerando o que mais consta dos autos, INDEFIRO a ANTECIPAÇÃO DOS EFEITOS DA TUTELA pleiteada.

Cite-se a parte requerida, já qualificada nos autos, para comparecer à audiência de conciliação designada para o dia 07/12/2016, às 09:30 horas, devendo a citação ocorrer com pelo menos 20 (vinte) dias de antecedência da referida data, nos termos do art. 334, do CPC, sendo que, em caso de ausência de auto composição, a Defesa deverá ser apresentada no prazo de quinze (15) dias, a contar da presente audiência, na forma do art. 335, I, do CPC.

Intime-se o autor por meio de seu advogado (CPC, art. 334, §3º.).

Advirtam-se as partes que o não comparecimento injustificado à audiência de conciliação é considerado ato atentatório à dignidade da justiça e atrai sansão de multa de até 2% (dois por cento) da vantagem econômica pretendida ou do valor da causa, a ser revertida em favor da União ou do Estado (NCPC, art. 334, §8º.), ressaltando-se que as partes deverão se fazer acompanhar de advogados ou defensores públicos.

Caso as partes manifestem, expressamente, a falta de interesse na transação, desde já fica a Secretaria autorizada a suspender a

audiência ora designada.

Belém-Pa, 09 de agosto de 2.016,

CESAR AUGUSTO PUTY PAIVA RODRIGUES

Juiz de Direito da 11ª Vara Cível da Comarca da Capital

MARABÁ :INCÊNDIO EM MATA ATINGE 13 VEÍCULOS



Um incêndio que iniciou no meio da mata atingiu uma empresa de transporte localizada às margens da rodovia Transamazônica e queimou 13 baús de caminhão na tarde de domingo (21), em Marabá, no sudeste do Pará. O Corpo de Bombeiros levou 2h para controlar o fogo.

De acordo com um funcionário da empresa, o fogo iniciou em um pasto próximo à empresa. Na ocasião havia 30 baús de caminhão estacionados no pátio da empresa e 13 acabaram incendiados, gerando um prejuízo de R$ 700 mil. Um vigia estava presente no momento em que as chamas atingiram os veículos, mas ele não conseguiu evitar o incidente.

Os Bombeiros alertam para os cuidados que a população precisa ter nesta época do ano.
"Nós temos situações climáticas muito favoráveis para a ocorrência dos incêndios. Nós temos uma umidade relativa do ar muito baixa, o calor em excesso e o pasto bastante seco, que é propício também para iniciar e alastrar grandes focos (de incêndio). E é o que a gente acredita que foi o que aconteceu com a empresa", declarou o capitão do Corpo de Bombeiros Sherdley Novaes.

Os Bombeiros realizaram na manhã desta segunda-feira (22) uma perícia em todos os veículos que queimaram. Eles têm 30 dias para entregar esse laudo para empresa.

TRAGÉDIA EM MARABÁ : TRÊS CRIANÇAS MORREM EM NAUFRÁGIO. UM CORPO JÁ FOI ENCONTRADO.

 
O Corpo de Bombeiros encontrou na tarde desta segunda-feira (22), o corpo de uma das crianças que estavam na embarcação que naufragou no último domingo (21), em Marabá, no sudeste do Pará. A menina tinha 7 anos e outras duas crianças continuam desaparecidas.

As vítimas viajavam em um barco de pequeno porte com mais três pessoas. A embarcação teria batido nas pedras no trecho do rio Tocantins e virado. De acordo com os bombeiros, as vítimas não usavam coletes salva-vidas.

O acidente ocorreu na noite do último domingo (21) e as buscas que começaram na manhã desta segunda-feira continuam, já que outras duas crianças ainda são procuradas. O  corpo resgatado foi levado para o Instituto Médico Legal de Marabá (IML)

DOM ELISEU : PRF APREENDE 46 METROS CÚBICOS DE MADEIRA ILEGAL

Cerca de 46 metros cúbicos de madeira serrada, que estavam sendo transportados ilegalmente em uma carreta, foram apreendidos pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), no município de Dom Eliseu, no sudeste do Pará, segundo balanço divulgado nesta segunda-feira (22).

O flagrante de crime ambiental, ocorrido na noite de sexta-feira (20), se deu no quilômetro 19 da rodovia BR-010 após a carreta ter sido abordada por agentes da PRF para uma fiscalização de rotina.

Durante averiguações, o condutor do veículo apresentou documentação fiscal e ambiental autorizando o transporte de 39,5m³. Após medição do volume da carga os policiais descobriram que a quantidade real de madeira transportada era 46,6m³, pois havia uma quantidade excedente, de aproximadamente 7,1m³ de madeira, não declarados.

Devido à irregularidade, a carreta com a carga foi apreendida e encaminhada para a órgão ambiental do município de Ulianópolis, no sudeste do paraense. O condutor foi detido e liberado após assinatura de um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) pelo crime de transporte ilegal de madeira.

segunda-feira, 22 de agosto de 2016

NEUSA PINHEIRO E JONAS SANTOS : DUAS RATAZANAS TORRANDO O DINHEIRO PÚBLICO COM PROPAGANDA ELEITORAL E COMPRA DE VOTOS. COLIGAÇÃO JÁ CONTRATOU MAIS DE 40 CARROS DE SOM




O promotor eleitoral Arthur Diniz, que até agora tem se mostrado combativo e atuante em Ulianópolis, precisa ficar atento para coibir os flagrantes de abuso eleitoral de USO DA MÁQUINA PUBLICA E COMPRA DE VOTOS por parte de candidatos que não vão pensar em escrúpulos para se manter no poder. Nem bem começou o processo eleitoral e a candidata a reeleição Neusa de Jesus Pinheiro, orientada por Jonas Santos, ( coordenador do caixa 2 de Neusa) já disse a que veio. A olhos vistos, a prefeita está literalmente torrando o seu, o meu, o nosso dinheiro. Pra se ter uma vaga idéia, Neusa Pinheiro já CONTRATOU mais de 40 carros de som e abriu as torneiras da prefeitura para comprar qualquer um que queira se vender. Recentemente, o ex- moleque de recados da família Resende, Jonas Santos, distribuiu dinheiro a rodo em sua residência ( dinheiro da prefeitura é claro), em uma festança que varou a madrugada. Tudo custeado com dinheiro público e a poucos metros do fórum da cidade.

Na última sexta-feira, o TRE lançou um aplicativo de celular onde os eleitores podem registrar flagrantes de compra de votos e abuso de poder econômico, com fotos e vídeos, que podem ser enviados em tempo real para o MP. De minha parte, caros leitores, quero reafirmar que, a exemplo da eleição passada, este BLOG estará vigilante e a disposição do eleitor, para registrar e publicar todos os flagrantes. Quanto ao promotor de Ulianópolis, peço que fique atento nos abusos cometidos por aqueles que não estão nem ai para escrúpulos os democracia. Esta eleição certamente será diferente !!!!

MINISTÉRIO PÚBLICO PROIBE PROPAGANDA ELEITORAL EM CARRO SOM E CARREATAS

Som alto em Garanhuns

O Ministério Público Eleitoral promoveu nesta sexta-feira (19), em Belém, uma assinatura de acordo entre os representantes das coligações partidárias dos municípios de Redenção, Cumaru do Norte e Pau D’arco, componentes da 59ª zona eleitoral. No pacto, as coligações concordam em não realizar propaganda eleitoral em carros de som e carreatas, e sim apenas “caminhada eleitoral” no período de Eleições Municipais deste ano.

A exceção é que será permitida somente a veiculação de dois carros de som por coligação majoritária, para divulgar os comícios e caminhadas. Já as coligações proporcionais, que são de vereadores, não terão carro de som para as divulgações antecipadas, mas durante as caminhadas poderão utilizar os jingles. Os veículos deverão ser cadastrados cinco dias antes do feito, perante a Justiça Eleitoral. Outro ponto acordado entre as partes é a não realização de show pirotécnico.
 
É proibida a propaganda eleitoral por meio de som automotivo privado. Segundo o MPE, em caso de descumprimento do acordo, foi fixada multa de R$100 mil. O candidato que descumprir responderá ainda pelo crime de desobediência, previsto no Código Penal Brasileiro.
 
“É dever do promotor eleitoral buscar o entendimento entre os atores do processo eleitoral afim que seja realizado uma eleição limpa, onde a população possa ter acesso às propostas de todos os candidatos de maneira transparente. É de se destacar que o acordo firmado foi unanime, onde todas as coligações contribuíram para as clausulas do acordo, com isso, quem ganha é democracia, pois todos participaram dessa decisão”, explica o promotor Márcio de Almeida Farias.

MINISTRA DO STF NEGA HC E MANTÉM AFASTAMENTO DO PREFEITO DE SÃO JOÃO DE PIRABAS

A ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou seguimento (julgou inviável) ao Habeas Corpus (HC) 135880, impetrado em favor do prefeito de São João de Pirabas (PA), Luis Cláudio Teixeira Barroso (foto), afastado do cargo por decisão do Tribunal de Justiça do Pará (TJ-PA) ao receber denúncia contra ele pela suposta prática de crimes de responsabilidade, fraude à licitação, associação criminosa e falsidade ideológica.

Em HC impetrado no Superior Tribunal de Justiça (STJ), a defesa questiona a decisão do TJ-PA e pede o retorno de seu cliente ao cargo. Após decisão monocrática do STJ indeferindo pedido de liminar, os advogados do prefeito afastado apresentaram habeas no Supremo com pedido semelhante. Contudo, a ministra Rosa Weber destacou que a Súmula 691, do STF, estabelece que não compete ao Supremo conhecer de habeas corpus impetrado contra decisão do relator que, em HC requerido a tribunal superior, indefere a liminar.
 
A relatora frisou que a compreensão da súmula tem sido abrandada pelo Supremo em hipóteses excepcionais, de flagrante ilegalidade ou abuso de poder na denegação da tutela de eficácia imediata. “Na espécie, não detecto a ocorrência de situação autorizadora do afastamento do mencionado verbete”, afirmou.
 
Ainda de acordo com a ministra Rosa Weber, o STJ não constatou os requisitos para concessão da liminar pleiteada, reservando a definição da matéria ao pronunciamento do colegiado, após a prestação das informações solicitadas. “À míngua de pronunciamento judicial conclusivo pela Corte anterior quanto às matérias trazidas nestes autos, inviável a análise do writ pelo Supremo Tribunal Federal, sob pena de indevida supressão de instância”, ressaltou.
 
Caso

O TJ-PA recebeu a denúncia oferecida pelo Ministério Público estadual contra o prefeito pela suposta prática dos crimes tipificados no artigo 1º, incisos I, V, VI e XI, do Decreto-Lei 201/1967, artigo 89 da Lei 8.666/1993 e artigos 288 e 299 do Código Penal, e impôs a ele três medidas cautelares diversas da prisão e decretou o seu afastamento do cargo público que ocupava.
 
No HC 135880 impetrado no Supremo, a defesa do político sustentava nulidade do recebimento da denúncia oferecida devido ao cerceamento de defesa e alegava ser inidônea a fundamentação da decisão de afastamento do seu cliente do cargo público, porque teria sido embasada em novos documentos juntados pelo Ministério Público Eleitoral, sobre os quais não foi oportunizado à defesa o direito de se manifestar.